terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Meu velho.. a pessoa que me ensinou basicamente tudo o que eu sei. Me disse sempre tudo que eu precisava, me abraçou sempre, da forma mais carinhosa. A pessoa que curava minhas dores de dente, que fazia tudo pra aliviar o stress do dia-a-dia. A voz mais gostosa que eu já ouvi, a voz, que não só eu, mais o mundo inteiro vai sentir saudade. Pai, á dias eu tento escrever algo sobre você, palavras não falta, o que me falta é coragem, estabilidade emocional. Eu já escrevi tanto, e sobre tanta coisa, tantas pessoas.. mais pra falar de você, a voz falta, e a emoção não ajuda. Eu ainda te escuto, é como se você falasse bem perto de mim mais de alguma forma eu não posso te ver. A impressão que eu tenho, é que a qualquer momento, vou ouvir o barulho do nosso carro, você vai estar chegando com camarão e palmito pedindo pra minha mãe fazer empadas que você tá com vontade de comer . Tem lugares que eu olho, que é como se você tivesse sentado ali, reclamando, falando que a unha tá mal feita, ou que quando é pra você, nunca nada sai bom.
É como se de repente, alguém me falasse, olha, acorda .. agora a garotinha mimada não tem mais a proteção que tinha, não tem mais pra onde correr quando der vontade de chorar, quando quiser contar algo, ou quando tiver com alguma vontade maluca.
É como se matassem um pedaço de mim, e me obrigasse a ficar viva onde nada mais faz tanto sentido.
Antes, eu via a morte como algo medonho, hoje eu vi que morrer é tão simples que chega a ser rídiculo .
Você se manteve vivo por quase 80 anos, e manteve vivo o coração de muita gente também.
Você marcou por onde passou, por onde existia sua voz, existia felicidade.
' Pai, onde você estiver, bença'.
Usando a sua frase, eu sei que você não vai se importar meu pai.
Meu pai, que eu amo tanto, e que vai estar sempre vivo na minha vida.
Eu não estava preparada pra te perder, eu não estava pronta pra algo tão irreparável.
Ouvi uma vez: ' Eu não estava acostumada com a saudade, e não estou sabendo lidar com ela'
Talvez isso se encaixe perfeitamente no que eu sinto. Por que nem quando eu morava em uma cidade e você em outra, ficamos tão distantes. Nos falavamos todos os dias, nos viamos uma vez por semana.
Agora, eu não vou mais te ouvir ou te ver uma vez por semana, e isso tá começando a me atormentar.
Espero sua força pra poder enfrentar de frente, como você.. todas as situações que a vida nos impõe enfrentar. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário