sábado, 7 de agosto de 2010

O amor é uma doença. Eu sinto náuseas, febres, dores musculares. Eu acordo assustada no meio da noite. Eu choro à toa.        
               

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário